Bullet Journal para concursos: o que é e como fazer

Em julho, me uni à repórter Priscila Gomes para criar, com exclusividade para Folha Dirigida, as diretrizes de como fazer um Bullet Journal para concursos. A matéria completa pode ser lida aqui.

Vou contar para vocês o passo a passo, começando por entender o que é um Bullet Journal e como ele pode ser usado por concurseiros.

O que é: 

O Bullet Journal é um gerenciador de tarefas e de tempo. O método de produtividade foi criado pelo designer Ryder Carroll para ajudar as pessoas se organizarem, com o objetivo de “acompanhar o passado, organizar o presente e planejar o futuro”.

Para os concurseiros, usar esse método é uma excelente maneira de ter toda a preparação – e a vida – organizada, tendo mais clareza de como usa o tempo e como percebe e realiza suas tarefas do dia-a-dia e de suas outras atividades. “É um verdadeiro controle do processo de preparação e de sua evolução”, como eu disse na matéria publicada na Folha Dirigida.

Por que usar: 

Usar o Bullet Journal para concursos é uma maneira de evitar cair no erro de ter um planejamento fixo e sem flexibilidade. Essa atitude é como pedir para se frustrar por não conseguir alcançar as metas, afinal, a vida é dinâmica e sua preparação também precisa ser.

Passe a ver sua vida por inteiro, afinal, tudo o que há nela é importante e pode estar em seu bullet journal.

Vantagens e Desvatagens: 

Como qualquer método de produtividade e organização, há quem se identifica e quem não se adapta. Por isso, sugeri também à Folha Dirigida, algumas vantagens e desvantagens para você poder decidir se vale ou não a pena criar o seu Bullet Journal para concursos.

  • Ter a vida e os estudos organizados em um só lugar;
  • Simples e totalmente personalizável conforme a vida e preferência de cada um;
  • Fácil de carregar para todos os lugares, sem necessidade de acesso à internet;
  • É rápido: basta escrever. Eventuais decorações são opcionais;
  • Fácil de implementar: qualquer caderno pode ser transformado em um bullet journal

  • Exige disciplina e hábito de anotar todas as informações;
  • Se houver muita decoração pode demorar mais para ser preenchido;
  • Não há backup, apesar de haver a possibilidade de pesquisa por meio de índice. Para resolver esse aspecto, use meios digitais como Evernote ou OneNote;
  • Informações podem ficar espalhadas por serem vinculadas aos dias;
  • As informações podem se perder caso você fique sem o caderno ou o jogue fora.

E agora, já avaliou se o Bullet Journal é ou não a sua praia? Se decidiu por usá-lo, vamos para o passo a passo de como criar o seu primeiro! Clique aqui e vamos nessa!