Carnaval: Não faça escolhas só pelo calendário (dos outros)

Outro feriado, outro Carnaval, e você aí, se perguntando se deveria ou não estudar enquanto o calendário e a televisão ficam martelando que era hora de folia. Será que é mesmo? Eu, particularmente, não sou a maior fã do Carnaval. Adoro esses dias em que a rotina abaixa o ritmo para colocar algumas coisas em dia: as leituras, algumas organizações na casa… Mas, claro, entendo e respeito aqueles que adoram pipocar nas festas e marchinhas.

Aqui, na verdade, há duas boas reflexões. E uma leva à outra. Qual é a sua prioridade neste momento? O que significa para seu planejamento e seus objetivos ficar quatro, cinco dias sem estudar? O que você vai perder, o que você vai ganhar?

Pode ser que você precise mesmo descansar a cabeça e ir se divertir e festejar represente um ganho enorme de energia e motivação para seguir adiante. Eu acho totalmente justo. Se fosse você, em uma situação dessa, ia mesmo me jogar na diversão e voltar bombando para os estudos depois.

Mas há sempre o outro lado, aquele que associa uma dor enorme de estar em casa, estudando, enquanto “tá todo mundo se divertindo”. Como diria minha mãe – e talvez a sua também – “você não é todo mundo”. E outra: você lá gosta de Carnaval?

Então, eu lhe pergunto: por que o seu calendário precisa seguir a agenda dos outros? A pressão é tão grande que fica parecendo que estranhos são aqueles que não querem compartilhar confetes e serpentinas, não é mesmo?

Fora da manada

Se é assim, tudo bem então. Assuma seu lado “estranho” e fora da manada. Está na hora de pensar fora da caixinha e se responsabilizar por suas escolhas. Escolheu ter uma outra carreira, a do serviço público, certo? Para chegar lá precisa aprender uma grande quantidade de conteúdos que demandam tempo e energia, certo? Então, pare de reclamar ou ter uma postura de vítima e faça a sua parte. Duvido que, quando você for aprovado, irá lamentar por esses poucos dias em que você abriu mão de ir para rua. Pelo contrário. Vai se orgulhar dessa decisão. Então comece a se orgulhar agora mesmo.

Você faz parte de um grupo muito seleto de pessoas que percebem que por meio do estudo conseguirá uma carreira com benefícios que hoje são oferecidos a poucos. Já parou para pensar nisso? Agora, se suas motivações e convicções em conquistar e assumir o cargo para o qual o você está se dedicando são tão frágeis quanto amor de Carnaval, aproveite esses dias para repensar seu caminho e sua estratégia de vida.

Vale a pena abrir mão de tanto esforço, tempo e dinheiro para algo que não se quer verdadeiramente? Que tipo de servidor você será: o que acrescenta e ajuda a construir uma nação ou um frustrado que se soma à nossa insatisfação atual? (ok, ok, isso já é assunto para outro texto)

Continua na dúvida sobre estudar ou não? Tire 15 minutos para pensar neste instante. Releia este texto respondendo – de preferência por escrito e de forma sincera e completa – a cada uma das perguntas. Ao final dessa releitura e reflexão você terá a sua resposta.

Não é o calendário que lhe define e, sim, suas escolhas.

Ótimo feriado para você!

Bons estudos e conte comigo!
Letícia Nobre
Coach de concurseiros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *